Sustentabilidade e meio ambiente
Publicação: 25/11/2015

A ABIPLA, em conformidade com o Acordo Setorial para Implantação do Sistema de Logística Reversa de Embalagens em Geral, integrou ao acordo que e tem como objetivo garantir a destinação final ambientalmente adequada das embalagens. As embalagens objeto do acordo setorial podem ser compostas de papel e papelão, plástico, alumínio, aço, vidro, ou ainda pela combinação destes materiais, como as embalagens cartonadas longa vida, por exemplo. A Politica Nacional de Resíduos Sólidos define logística reversa como um instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada.
Clique aqui

O Programa “Dê a Mão para o Futuro” Reciclagem, Trabalho e Renda foi desenvolvido pela ABIHPEC, como uma alternativa viável para suas associadas, a fim de atender a Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS, que contempla as questões ambientais, de responsabilidade compartilhada e inclusão social, pontos considerados essenciais para as indústrias do setor. A inciativa é realizada em parceria com a Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Limpeza e Afins (ABIPLA) e com a Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias (ABIMAPI).

Inicialmente, o programa piloto foi implantado no Estado de Santa Catarina, nas cidades de Florianópolis, Joinville, Blumenau e São Bento do Sul. Posteriormente, e, ainda antes da publicação da PNRS, atendendo às leis estaduais, o programa ampliou o seu raio de ação e passou a ser realizado em diversos municípios do Rio de Janeiro, Paraná e São Paulo. Atualmente o processo de implantação ocorre em Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Amazonas, Mato Grosso do Sul e Pernambuco. A meta é implantar o programa em cerca de 120 municípios, em doze Estados da federação até o ano de 2017.


Publicação: 15/10/2018

A ABIPLA, integrante do Programa Dê a Mão para o Futuro desde 2006, assinou Termo de Compromisso para Logística Reversa de Embalagens em Geral com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo (representado pela Companhia Ambiental do Estado São Paulo – Cetesb). A iniciativa é coordenada pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) em parceria com a ABIPLA e a Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (ABIMAPI).

Integrantes ABIPLA do DAMF: 3M; Bombril; CerasJohnson; Colgate-Palmolive; Flora; Indústrias Anhembi; Ingleza; Ypê; Reckitt Benkiser e Unilever.

Mais informações:clique aqui

Seja um associado
Fale conosco

Publicação: 24/09/2019

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) realizou o Encontro Economia Circular e a Indústria do Futuro, em 24 de setembro de 2019, no WTC Events Center, em São Paulo. O evento promoveu o debate sobre a adoção de princípios de circularidade e o desenvolvimento de novos mercados e cadeias produtivas para a indústria do futuro.

A economia circular tem sido objeto de atenção nos principais fóruns de governança global (G7 e G20) e nas decisões estratégicas das empresas. O Brasil enfrenta, no entanto, desafios institucionais para incluir novos modelos de negócios no processo produtivo. É preciso avaliar o potencial de inserção de práticas circulares na economia, identificar os obstáculos para a implementação dessa agenda e agir para viabilizá-la.

O encontro tratou de três temas, com seus respectivos objetivos:

  • Políticas públicas: fomentar o diálogo sobre a qualidade do ambiente regulatório favorável à transição para a economia circular
  • Modelos de negócio: compartilhar experiências empresariais do Brasil e de outros países que gerem novos valores e maior competitividade para a indústria
  • Financiamento: identificar linhas de crédito que estimulem investimentos em inovação e novos modelos de negócios.

Durante o evento, foi lançada a publicação Economia Circular: Caminho Estratégico para a Indústria Brasileira, que analisa o atual cenário do país em relação à economia circular, as perspectivas e quais ações poderiam conduzir a transição de um modelo de economia linear para o circular.

Durante o encontro, também foi divulgada pesquisa inédita, segunda a qual 74,6% das indústrias brasileiras adotam alguma prática de economia circular, mas 70% não sabe que as iniciativas se enquadram nesse conceito. Ao final do questionário, 88,2% avaliam a economia circular como importante ou muito importante para a indústria nacional.

Acesse aqui